FIDELIDADE: O Terceiro Canteiro do Jardim do Amor


Hoje vamos preparar o nosso terceiro canteiro do Jardim do Amor. O Canteiro da Fidelidade.

Estamos construindo cada canteiro com uma espécie de flor. No canteiro do perdão plantamos rosas e no canteiro da gratidão plantamos beijos. Hoje no canteiro da FIDELIDADE plantaremos a Gardênia.

Para iniciarmos a preparação do terceiro canteiro é fundamental retomarmos o sentido de AMOR: amor à DEUS, amor à Vida, amor ao PRÓXIMO.

Vamos refletir sobre o quanto amamos o nosso Deus. Já falamos pra ELE hoje, que o AMAMOS?

Vamos parar pra pensar sobre o que sentimos pela nossa VIDA. 

Você sabia que foi DEUS que nos proporcionou viver essa vida em prol da nossa emancipação humana e espiritual? Já falamos pra nós mesmos(as), o quanto nos amamos? O quanto amamos a nossa Vida? 

Amar a Vida significa amar a Deus e a nós mesmos(as).

Que tal pararmos mais um pouquinho para refletirmos sobre a importância do AMOR ao PRÓXIMO? O que fizemos pelo próximo hoje? Fizemos uma oração? Oferecemos algo para saciar a sua fome? Já desejamos hoje, um bom dia, uma boa tarde ou uma boa noite para alguém? 

Quando amamos verdadeiramente o nosso próximo, exercitamos o AMOR À DEUS e o Amor à Vida!

No exercício do verdadeiro amor perdoamos, e no exercício do perdão agimos com gratidão

Foi nessa perspectiva que construimos o nosso primeiro canteiro: o Canteiro do Perdão e, foi com esse objetivo que também preparamos o segundo canteiro: o Canteiro da Gratidão.

Vocês já devem ter percebido que Os Nove Canteiros do Jardim do Amor, constituem espaços tempos de reflexões sobre a importância de vivermos com o coração puro, bem como, sobre a necessidade de investirmos em nossa reforma íntima.


Por isso, iniciamos com o Canteiro do Perdão e com o Canteiro da Gratidão, tudo em prol da nossa saúde física e espiritual.

Bem, já estamos no processo de construção dos Nove Canteiros do Jardim do Amor, isto é, no processo de transformação das nossas Vidas, e nesse processo precisamos dialogar com o sentido da FIDELIDADE.

Em nosso terceiro canteiro, semearemos e plantaremos Fidelidades.

Para tanto, precisamos em primeiro lugar pedir perdão àquelas pessoas que por ventura não fomos fiéis, bem como, perdoar aos que praticaram infidelidade conosco, seja no plano amoroso, profissional, familiar, fraterno, etc.

Vamos também, aproveitar para agradecer as provações vividas, que em muitos momentos testaram a nossa fidelidade. Gratidão pelos instrumentos que ao longo da nossa caminhada instigaram o nosso senso de sinceridade.

Vale dizer, que o sentido de fidelidade que aqui destacamos vai desde a sinceridade vivida no cotidiano das nossas atitudes, das palavras que proferimos e dos pensamentos que nos acompanham nos mais íntimos sentimentos.

Sim, ser fiel significa nos comprometermos com Sublimes Pensamentos, Sábias Palavras e Generosas Ações.

Na construção do canteiro da fidelidade é importante fazermos um exame de consciência em relação ao modo como agimos com a nossa família, com os(as) vizinhos(as), com os(as) nossos(as) colegas de trabalho, enfim, com as pessoas da nossa comunidade.

Ser fiel pressupõe rompimento com a mentira, com a inveja, com o ciúme, com o orgulho, dentre outros sentimentos que corroem o nosso bom senso, isto é, a nossa sinceridade.

Ser fiel exige cuidados sobre o que pensamos. Sabe por quê? 

Porque viver a infidelidade atrai energias negativas, que nos instigam aos maus pensamentos, que por sua vez provocam fofocas, traições e, assim, nos tornam infiéis, não só em relação às pessoas com as quais convivemos, mas a nós mesmos(as), e, consequentemente aos ensinamentos de Jesus Cristo. 

E o pior, nos transformamos em presas fáceis aos inimigos da verdade.

Então, para que possamos construir o canteiro da Fidelidade, é fundamental arrancarmos todas as ervas daninhas que danificam a nossa boa conduta, começando pelo rompimento com a mentira.

Às vezes mentimos por coisas banais, é o que pensamos. Mas, de acordo com os ensinamentos de Jesus Cristo, não existem coisas banais, a mentira é sempre mentira. 

A mentira danifica relacionamentos, porque danifica sentimentos, pensamentos, palavras e ações que emancipam.

O mau hábito da mentira provoca a sensação de bem estar. Nos faz acreditar que é a nossa verdade. É aí que está o maior perigo! A destruição do nosso Canteiro da Fidelidade. A destruição da nossa VIDA.

Quando acreditamos na mentira, nos constituímos infiéis. Infiéis com Deus, conosco e com o próximo.

E nesse processo se alastram mais mentiras, provocando a germinação da soberba, da inveja, do orgulho, da traição, e tudo junto, vão corroendo o nosso sentimento de AMOR.

Por isso, construir o Canteiro da Fidelidade exige uma vigília constante. Exige cuidados redobrados em relação ao que pensamos, falamos e agimos.

Estamos pensando coisas boas ou ruins? Procuramos falar verdades ou mentiras? Estamos agindo com sinceridade ou falsidade?

As mentiras e as falsidades são ervas que sufocam as sementes da fidelidade. Por isso, precisamos expulsá-las das nossas vidas.

Na construção do Canteiro da Fidelidade, precisamos vigiar os nossos pensamentos. Pensamentos que muitas vezes mentem pra nós mesmos(as). Você sabia que muitas pessoas praticam a infidelidade por meio dos pensamentos? Pensar mal é um ato de infidelidade.

E o pior, quando pensamos e falamos mentiras, acabamos por concretizá-las. Daí a importância de no processo de reforma íntima ficarmos atentos(as) ao modo como estamos vivendo, isto é, sobre o que pensamos, sobre o que falamos e sobre as nossas ações cotidianas.


Cuidar do Canteiro da Fidelidade requer exercício diário de amor ao próximo. Requer comprometimento com a verdade, com o respeito, com a solidariedade, enfim, requer seriedade com a VIDA.

Quem ama de verdade não mente.

Nesse exercício diário de compromisso com pensamentos, palavras e ações de fidelidade, nos relacionamos com boas energias.

Viu como é importante a construção do Canteiro da Fidelidade em nosso Jardim do Amor?

Cultivar a FIDELIDADE é de suma importância para a nossa Emancipação Espiritual.


Acompanhe as reflexões sobre a construção dos Nove Canteiros do Jardim do Amor!

- FIDELIDADE: O Terceiro Canteiro do Jardim do Amor
- CANTEIRO DA COMPAIXÃO
- CANTEIRO DA MISERICÓRDIA
- CANTEIRO DA OBEDIÊNCIA
- CANTEIRO DA BRANDURA
- CANTEIRO DA CORAGEM
- CANTEIRO DA ALEGRIA


Inscreva-se no Blog e receba publicações em primeira mão!
Seja um membro do Blog!
Compartilhe com seus amigos e suas amigas...

Você também pode gostar de ler... 
É perdoando que serás perdoado


 Realizamos Palestras. Saiba Mais!
Conheça o nosso Trabalho Clicando Aqui.
 

Comentários

Postagens mais visitadas

OBEDIÊNCIA: O Sexto Canteiro do Jardim do Amor

PACIÊNCIA, HUMILDADE E PERSEVERANÇA

OS NOVE CANTEIROS DO JARDIM DO AMOR